5 Dicas para a gestão financeira de seu escritório de advocacia

Uma gestão financeira eficiente é um dos maiores desafios dos empreendedores para fazer com que os seus negócios decolarem, logo não poderia ser diferente em um escritório de advocacia.

Os gestores, empreendedores e profissionais autônomos precisam tomar vários cuidados do ponto de vista administrativo e financeiro para que seus negócios possam ser sustentáveis e lucrativos, conforme o esperado.

Pensando nisso, a Near You BPO desenvolveu esse artigo com 5 dicas para a gestão financeira de escritórios de advocacia. 

Vale lembrar, que as dicas apresentadas logo abaixo, são aplicáveis  a qualquer tipo de negócio. Você não pode deixar de conferir!

1.Separe as finanças pessoais das empresariais

Separar as finanças pessoais das empresariais, é a nossa primeira dica para a gestão financeira de escritórios de advocacia. Essa, por sinal, pode ser considerada uma verdadeira regra de ouro para o sucesso de qualquer negócio.

Para que seja possível manter um eficiente controle sobre as finanças de uma empresa, é necessário que se conheça e acompanhe de perto os seus resultados. 

No entanto, o acompanhamento preciso da evolução financeira, só se torna possível quando as finanças dos sócios e proprietários estão completamente separadas das finanças empresariais.

É importante compreender que aos sócios caberá apenas o recebimento de um pró-labore mensal e pré-definido como forma de remuneração. 

Por sua vez, o pró-labore deverá ser depositado em conta diferente da conta empresarial do escritório de advocacia para fins de separação das finanças pessoais das empresas

2.Utilize um software de gestão e registre todas as receitas e despesas

Outra dica super importante e que sem dúvidas pode contribuir bastante para a gestão financeira de escritórios de advocacia, diz respeito ao registro de todas as receitas e despesas do negócio.

Ao registrar todas as entradas e saídas de recursos, é possível acompanhar de perto a evolução financeira dos negócios e realizar planejamentos para o futuro.

Utilize um software de gestão apropriado e registre todas as receitas e despesas do seu escritório de advocacia.

3.Acompanhe o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma ferramenta essencial na gestão financeira de toda e qualquer empresa. Por meio do fluxo de caixa conseguimos acompanhar e observar a evolução de todas as entradas e saídas de recursos ao longo do tempo.

Como uma importante ferramenta de planejamento e gestão financeira, o fluxo de caixa ajuda a evitar, por exemplo, que em determinado período as despesas e custos envolvidos em um negócio, ultrapassem as receitas e disponibilidades de caixa, o que deixaria o seu escritório de advocacia no vermelho, mesmo que temporariamente.

4.Reduza ou elimine custos desnecessários

Maximize os resultados do seu escritório de advocacia reduzindo custos desnecessários, ou seja, aqueles que não são essenciais para o desenvolvimento e crescimento dos negócios ou que possam ser otimizados.

Faça um pente fino em todas as despesas do seu escritório de advocacia e veja o que pode ser eliminado para aliviar o fluxo de caixa e aumentar a lucratividade dos negócios.

5.Acompanhe relatórios e indicadores

Por fim, faça uso de relatórios e indicadores financeiros para acompanhar a evolução financeira do seu escritório de advocacia sempre de perto.

Relatórios, gráficos e indicadores são sempre bem vindos, pois funcionam como um retrato da saúde financeira de uma empresa.

Estamos chegando ao final deste conteúdo e esperamos que através das dicas aqui publicadas possamos contribuir para a gestão financeira do seu escritório de advocacia.

Precisa do apoio de especialistas para acompanhar a evolução financeira dos seus negócios? Conte sempre com a Near You contabilidade e BPO Financeiro!
Clique aqui para conhecer os nossos serviços e entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *