O que é e como elaborar um fluxo de caixa projetado

Você sabe o que é e como elaborar um fluxo de caixa projetado? Confira a importância desse demonstrativo para a sua empresa e um passo a passo para montar o seu.

Com o fluxo de caixa projetado o empresário consegue visualizar as finanças da sua empresa no futuro e com base nelas, tomar decisões importantes no presente, ou seja, de forma antecipada.

Utilizado por grandes empresas, a projeção de fluxo de caixa é uma ferramenta fundamental para garantir uma boa gestão financeira empresarial.

O que é um fluxo de caixa projetado?

O fluxo de caixa projetado fornece uma estimativa dos recursos financeiros que vão entrar e sair do caixa de uma empresa em determinado espaço de tempo.

Estamos falando de um demonstrativo que apresenta uma previsão relacionada às receitas que uma empresa deve gerar e como serão aplicados esses recursos.

As empresas usam a projeção de fluxo de caixa para vários fins, embora geralmente, esse tipo de projeção seja utilizado para controlar receitas e despesas.

Como elaborar um fluxo de caixa projetado?

Para elaborar uma projeção de fluxo de caixa, você pode usar uma planilha em Excel ou um software de gestão financeira que contemple esse importante recurso.

Se você decidir fazer isso com a ajuda do Excel, precisará criar um gráfico com várias colunas e linhas para exibir todas as informações necessárias para elaborar sua projeção, incluindo os diferentes tipos de receitas e despesas que movimentam o caixa.

Confira na sequência um passo a passo para elaborar a sua projeção de fluxo de caixa.

1.Defina o seu cronograma

Para elaborar sua projeção de fluxo de caixa, você precisará decidir o período de tempo que irá considerar, sendo a opção mais usual, montar projeções com base em períodos anuais.

No entanto, você pode optar por uma projeção de curto ou longo prazo, a depender dos seus objetivos e necessidades.

2.Monte uma estimativa de vendas e receitas

Após definir o cronograma, ou seja, o período de tempo que será coberto pela sua projeção, você precisará de uma estimativa de receitas futuras baseada nos resultados da sua empresa no último ano.

Nessa estimativa não considere apenas as suas receitas de vendas, mas o montante total de receitas previstas para a sua empresa, incluindo outras fontes, como subsídios, royalties e investimentos.

Observação: Ser realista é a chave para criar uma projeção precisa do fluxo de caixa. Sendo assim, não tente arredondar seus números para cima ou aumentá-los de alguma forma. 

3.Monte uma estimativa de despesas

Por fim, para montar a sua projeção de fluxo de caixa, você também precisará de uma estimativa de despesas futuras.

Será preciso considerar todas as despesas atuais e também as estimativas futuras do período da projeção, incluindo despesas operacionais, impostos, empréstimos bancários, entre outros tipos de despesas.

Organize a gestão financeira da sua empresa, com um fluxo de caixa projetado e outros relatórios precisos, melhore os resultados do seu negócio. Conte com o apoio da Near You BPO.

Conheça os nossos serviços de gestão financeira empresarial, entre em contato conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *